sábado, 6 de maio de 2017

Obrigada Mãe 
por me teres mostrado
saídas.
E nunca me empurraste 
para nenhuma delas.
Moldaste a minha existência.
Ensinaste os pontos simples.
Doaste os padrões de base.
E, eu cresci.
E com o passar do tempo,
entregaste as agulhas
e disseste:
Agora começas tu a construir.
Deste-me tintas, pinceis e tela.
E eu, pintei o meu próprio quadro.
Dizias-me sempre:
Faz as coisas em vez de falar sobre elas,
porque quando são feitas com
amor, paz e justiça 
elas falam por si.
Não precisam de explicação.
Parabéns à minha linda Mãe 
que como todas as mães,
foi feliz e também sofreu,
com perdas irreparáveis.
Já cansada de viver
sempre me dizia:
Os filhos são como os dedos
das mãos,
todos diferentes mas,
todos indispensáveis.
Éramos seis, agora cinco.
e a última a nascer
Eu
Tão desejada como os demais.
Deste-me a vida 
força para enfrentar 
adversidades.
E um coração cheio de esperança.
Mãe, hoje no teu dia
mando-te beijinhos 
de estrelas,cometas e a lua
para te iluminar sempre…
E quando precisares de mim
eu vou ter contigo.
Manda o bilhete da viagem 
para esse Mundo 

Porque eu não sei onde é.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Marta Brazão Ramos
A vida nem sempre é o que se espera...
Sei que vida vai-se compondo como as peças de um puzzle.
Às vezes demoramos a encontrar a peça certa,mas a persistência leva-nos sempre onde queremos ir.
Sei que nem sempre os esforços são reconhecidos.
Não desanimes nunca.
Sabes que eu mando o sol nascer todos os dias.
Sabes que podes estar sempre na plateia,a ver este espectáculo especial.
É o dia a chegar.
Com novas energias, novas alternativas,outras maneiras para seres feliz.
A vida, se relacionarmos com o tempo,vai-se transformando.
Hoje o que é bonito,
amanhã será feio.
Hoje o que é jovem,
amanhã é velho.
O lema é acreditar que há mudança.
É sempre ter esperança.
Viver é estar em cena.
Cada dia com um elenco diferente.
Viver é criar expectativas,
é sempre construir
É inovar.
No entanto,criamos este espectáculo,
trabalhamos,transpiramos,sonhamos
e...a plateia continua dormindo.
Eu estou sempre a aplaudir
em primeira fila o teu sucesso.
Eu vou sempre colar cartazes
 a anunciar os próximos eventos.
Assim,
continuo a ser a tua primeiríssima fã !
Nunca te vai faltar o público
nem os aplausos.
E vais sempre andar em digressão.

Beijinhos,

Mãe

terça-feira, 25 de abril de 2017

Passaram 4 anos.
Um dia radioso com sol
Um dia maravilhoso 
Encheu a minha alma
Foi Bongo José 
o Mensageiro
Da poesia
Do sentimento
Falado
Sentido
Escrito
Pensei eu
somos poetas.
Porque gostamos do amor
da paixão 
Gosto de escrever
mensagens
Mostrar sentimentos 
e por momentos 
sinto-me Feliz.
E continuo a trazer o passado
para comemorar o presente.
Não quero esquecer
as datas, registo-as 
Tenho o calendário da vida.
Hoje é mais um dia especial 
O pedido formal de casamento 
da minha Marta e do meu Ricardo
Sejam felizes.
Sonho tanto 
com estes momentos.
Não quero esquecê-los
Por vezes só os percebo
quando já se foram.
Aconselho 
Viver o hoje
não deixar
que o vento leve
a felicidade para longe.

Saudade com um beijo

By Concha 

2017, Abril 2017

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Hoje festejarias os teus 71 anos.
A verdade é que a morte
é algo estranho de entender.
Partiste tão cedo.
Deixando tanto para viver.
Ainda bem que não conheço
o criador do destino,
porque teria de ajustar muitas coisas
com as quais nunca concordei.
E ninguém sabe explicar.
Hoje acordei,
pensei em ti,
imaginei a tua festa de aniversário
e a felicidade que todos sentiríamos
por estar contigo.
Mantenho esperança
que nos havemos de encontrar
para comemorar tudo
o que não pudeste estar presente.
Não posso cantar-te os parabéns,
nem desejar-te felicidades,
mas posso sempre nunca te esquecer.
Até sempre !!!!
Descansa em Paz !!!

domingo, 19 de março de 2017

No fundo, todos nós
passamos por situações
semelhantes.
Com momentos inesperados
e desesperados.
Com o parceiro, marido
com filhos
com a sogra ou a mãe
com o pai ou os amigos.
Estas situações
passam em qualquer
altura da vida,
como o início da vida adulta,
a chegada ou partida
dos filhos,
a menopausa
a paixão ou
o divórcio.
É nestas alturas
que percebemos
que somos frágeis.
É sentir o mar,
a maré fica cheia
a maré fica vazia.
É também sentir
que apreendemos
que somos a nossa
Vida.
E que temos força
sempre para recomeços,
e para enfrentar os golpes.
Um grande sorriso
é sempre bem vindo!!!


sábado, 18 de março de 2017

Pai, és sempre Meu
A cadeira ficou vazia,
mas ficaste sempre aqui
Nunca te quis esquecer
És o único homem
que amei e que nunca me traiu
És lindo
O teu olhar intenso,
A tua beleza
A tua voz.
Os teus abraços
Os teus conselhos
com sabedoria
Estão em mim.
Hoje é dia do Pai
Mas estás comigo
todos os dias.
Porque te amo.




terça-feira, 7 de março de 2017

Dia 8 de Março ou 1º de Abril,
vai dar ao mesmo...
Ser hoje mulher.
Ter igualdade de oportunidades.
É pura utopia,
é querer sonhar com a perfeição.
Cada uma de nós tem as suas vitórias
e derrotas.
Não somos ídolos nem exemplos,
nem as coitadinhas
que estão ao fogão ou a passar a ferro.
Somos simplesmente mulheres.
Mulheres capazes de conciliar
a vida profissional
com a vida familiar.
E daí?
Não precisamos de dias assinalados.
Sabemos que somos o alicerce
de qualquer casa,
de qualquer lar
ou de outra coisa qualquer.
Há discriminação sim.
Porém a evolução de direitos e regalias
vão progredindo.
Eu sei.
Lentamente.
Mas, o é também a nível mundial.
Contudo,
não quero deixar de homenagear
este dia.
Louvar aquelas operárias
que em 1857 em Nova Iorque
fizeram greve.
Ocuparam a fábrica,
reivindicaram salários
e redução do horário laboral.
Como consequência foram fechadas,
trancadas e morreram queimadas.
E, só em 1910 na Dinamarca,
numa conferência internacional
de mulheres, decidiu-se declarar
o dia 8 de Março para homenagear
aquelas 130 mulheres e declarar
o  Dia Internacional da Mulher.
Hoje, é comemorado em todo o mundo.
Sem dúvida,
é um marco na História contemporânea.
Não adianta queimar o soutien e pensos higiénicos.
Não adianta queimar símbolos femininos.
Não adianta se vitimar.
Adianta sim apresentarmos à sociedade civil
e ao mundo sem qualquer complexo,
ecom capacidade para trabalhar e decidir.
Quem é que não quer e não gosta de ser Mulher, Mãe?
Eu gosto!
Simplesmente.
Eu

B

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Pai
Continuo idealista.
Sonhei esta noite
 que não morreste
Sonhei simplesmente
que tinhas esquecido a voz
E não conseguias
comunicar.
Sonhei simplesmente
que tinhas esquecido a mobilidade
e não podias andar
Sonhei simplesmente
que és imortal
Sonhei
que tinha um presente
para os teus 98 anos
Sonhei que só posso te dar
a Primavera em dias
para poderes estar aqui
Sonhei simplesmente
que estamos a festejar
o teu dia de Aniversário
19 de Fevereiro 1919
Beijinho

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Eu mudei porque amadureci.
Mudei pelas experiências.
Mudei pelas surpresas.
Mudei porque aprendo todos os dias.
Mudei por ter pessoas especiais.
Mudei pelas decepções.
Daí mudei.
E o tempo a passar...
E eu a mudar.
E mudei e nem tudo, nem todos me vão acompanhar!

2015-01-30
Conceição Brazão

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Adoro quem pensa como eu,
mas amo quem me faz pensar
de um jeito
que eu não tinha imaginado.
Adoro quem me faz sonhar,
mas amo quem me faz viver.
Adoro quem me inspira a escrita,
mas amo quem me deixa
sem palavras.
Adoro quem me entende,
mas amo quem fica ao meu lado
mesmo sem me entender.
Adoro quem tem paciência
para me ouvir,
mas amo quem me escuta
quando eu não falo.
Adoro quem faz o que eu quero,
mas amo quem faz
o que eu nem sabia que queria
até ser feito.
...

domingo, 22 de janeiro de 2017

A verdade incomoda
as pessoas.
Os menos inteligentes
revelam-se.
Quando há factos
que contradizem todas
as suas teorias.
Exilam-se
escondem-se
são ratos
deixam o rabo de fora
porque é
demasiado comprido...
são visíveis
As máscaras já caíram
antes do Carnaval
Já não há festa
Não há dança
Mas o samba
resistiu!
A ala da bateria
sempre em maioria
promete animação.
E sabem porquê?
Porque viver
com verdade
dá felicidade!
A grande maioria
não está preparada
para ouvi-la
Preferem continuar
vivendo da mentira
mesmo sendo
utópica
A verdade dói.
quando há mudanças
de rumo.
Será que vão mudar
de direção?
O meu rumo é:
"Um por todos
todos por um"

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e momentos que partilhámos.

Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.

Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.

Hoje já não tenho tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.

Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas
que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto
se tornar cada vez mais raro.

Vamo-nos perder no tempo...

Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!

- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons
anos da minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.
E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a
sua vida isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos!"

                                                          Fernando Pessoa